Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2017

Deputados se opõem a idade mínima proposta em reforma da aposentadoria

Do - jornaldamidia.com.br
Metade dos integrantes da comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa a

Deputado quer prioridade de atendimento para vítimas de violência sexual

Prioridade de atendimento nas defensorias públicas do país para mulheres vítimas de violência sexual. Esse é o objetivo de um Projeto de Lei do deputado federal Ronaldo Carletto (PP), que foi analisado na Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados e recebeu um substitutivo da relatora, deputada Jozi Araújo (PTN), ampliando o atendimento prioritário para outros órgãos.

O “OPALA PRETO” E A POLITICA

O “OPALA PRETO” E A POLITICA
Nos idos dos anos 70/76 quando ainda existia o município de Santa Rosa, hoje Pau Brasil e Jussarí, distrito de Itabuna; os jovens da Ceplac, hoje na terceira geração, de 18 aos 25 anos... O Diário de Itabuna era o maior jornal do sul da Bahia, ao lado do Diário da Tarde de Ilhéus. O: Diário da Tarde circulou 70 anos, enquanto ao Diário de Itabuna, circulou 38 anos (Sua 1ª Edição circulou em 20 de Outubro de 1957 e a última em 11 de Janeiro de 1995). Longe dos avanços tecnológico dos últimos tempos, ajudaram muito e diretamente o desenvolvimento dessa “pobre e rica região” (Selem Rachid Asamar), ou seja, a Região Cacaueira da Bahia. Terra da “Maria Fumaça” e cacau a peso de ouro. Niquela época, quando o DI expedia seus exemplares através da Sulba, para todas as cidades que formam a Micro Região Cacaueira da Bahia e também à Brasília (Varig/Cruzeiro), grandes líderes políticos de Itabuna - entre eles - Gileno Amado, Paulo Nunes, José de Almeida Alcântara, Jos…

TSE ouve Marcelo Odebrecht sobre chapa Dilma-Temer

TSE ouve Marcelo Odebrecht sobre chapa Dilma-Temer O primeiro a ser ouvido será o ex-presidente e herdeiro do grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht, na sede do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), em Curitiba por Estadão Conteúdo Publicada em 01/03/2017 08:44:41 Do - Estadão - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) começa nesta quarta-feira, dia 1º, a colher depoimentos de delatores da Odebrecht na ação em que investiga se a chapa formada por Dilma Rousseff e Michel Temer cometeu abuso de poder político e econômico nas eleições presidenciais de 2014 - ação que poderá levar à cassação do presidente Temer e à inelegibilidade da ex-presidente Dilma.